Uncategorized

Os noaítas e o talit (tsitsit)

Os noaítas e o talit (tsitsit)

 

B”H

 

Perguntas e Respostas

 

Por Noahidebr

 

O livro “The Path of the Righteous Gentile” (O caminho do Gentio Justo) enumera seis mandamentos divinos judaicos proibidos para o noaíta (veja em

https://noahidebr.com/2015/10/29/mandamentos-judaicos-que-os-noaitas-nao-devem-observar/   ). Não está citado nesta lista o uso de talít por um noaíta. Assim, minhas perguntas são:

 

O noaíta pode usar talít?
Existe talít noaítico (talít para não-judeus, mais especificamente para noaítas (Filhos de Noé/Bnei Nôach))?
O noaíta pode usar algo semelhante a um talít?

 

Primeiro, vejamos o que é um talít.
Leia a explicação em:

 

http://pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/602882/jewish/Talit-e-Tsitsit.htm

 

Como pode-se inferir da leitura deste link, o talit (xale de orações) – talit gadol (grande) e talit catán (pequeno) – com o seu tsitsít (franjas) são observâncias estritamente judaicas. Isso fica mais evidente ainda nas próprias berachót (bênçãos) recitadas pelos judeus:

(ao vestir o talit catán)
“Bendito és…, que… nos ordenou (aos judeus) sobre a mitsvá (lei) de tsitsít”;

(e ao envolver-se no talit gadol)
“Bendito és…, que… nos ordenou (aos judeus) envolver-se em tsitsít.”

 

Portanto, não existe talít noaítico (não existe talít e tsitsít próprios para noaítas). O talit gadól e o talit catán com os seus tsitsiót são materiais exclusivamente judaicos. E daí também os noaítas não devem de maneira alguma vesti-los, e nem se vestirem de algo parecido.

 

O Rabi Jacob Immanuel Schochet, DO CHABAD, diz:

“Os homens noaítas (ou mulheres) não devem comprar seu próprio talit gadol para usar durante suas orações diárias da manhã, ou um talit catán para usar continuamente (quer as franjas – tsitsít – estejam à mostra ou não). O talít é um símbolo exclusivamente judaico. Assim, um noaíta que usa talít [pode acabar levando judeus e não-judeus à confusão, fazendo-os pensar que ele é judeu.]

Os noaítas não devem adquirir e/ou usar [em particular ou publicamente] talít (tsitsít) ou tefilín, ou fazer as outras coisas citadas no livro “The Path of the Righteous Gentile”. Existem linhas claras de distinção(*) entre judeus e gentios e estas devem permanecer exatamente assim. [Veja

https://noahidebr.com/2018/05/06/nao-recebemos-nenhum-merito-por-observar-mandamentos-que-nao-nos-sao-pertinentes/

 

* Obviamente essas “linhas claras de distinção entre judeus e gentios” não são uma invenção dos judeus, elas foram divinamente estabelecidas. Sim, foi O PRÓPRIO Hashém QUEM as definiu (tratam-se das mitsvót chamadas Eidut (ou Edót)), e, portanto, aqueles que ultrapassam estes limites de identidade desrespeita O PRÓPRIO CRIADOR.]

E com todo o devido respeito, este interesse em uma roupa de oração para os noaítas [mesmo que fosse apenas] parecida com um talít com tsitsít (franjas) – quanto mais o próprio talít – pode ser o início de um caminho perigoso para o movimento noaítico. Segue as mesmas linhas da fundação de uma nova forma de religião para os noaítas. É também uma distorção da idéia e do princípio do talít (judaico).

Portanto, deve-se enfatizar que as únicas “ferramentas de aprimoramento” para a oração dos noaítas são a sinceridade e a submissão a D’us.”

 

 

O Rabi Tzvi Freeman, do Chabad.org., explica sobre a ligação entre o noaísmo e o judaísmo (entre os noaítas/Bnei Nôach e os judeus/Bnei Yisrael):

“O caminho dos Filhos de Noé (Bnei Nôach) está integralmente ligado ao povo judeu, mas nós judeus não queremos criar uma nova religião. Tampouco queremos que os Filhos de Noé estejam imitando as práticas que são específicas para o povo judeu.”

 

Por Noahidebr
© Noahidebr 2015-2019

https://noahidebr.com/copyright/

 

© Rabi Jacob Immanuel Schochet (Chabad) – Tradução do inglês por Noahidebr/Bnei Noach Brasil

© 2002-2019 Ask Noah.org

© Rabi Tzvi Freeman (Chabad)

 

Veja também:

https://noahidebr.com/2018/06/12/mandamentos-para-os-judeus-e-mandamentos-para-os-bnei-noach/

 

https://noahidebr.com/2018/05/06/nao-recebemos-nenhum-merito-por-observar-mandamentos-que-nao-nos-sao-pertinentes/

 

https://noahidebr.com/2018/06/14/os-noaitas-e-o-uso-da-kipa/

 

https://noahidebr.com/2016/08/01/maimonides-e-os-bnei-noach/

Anúncios
Padrão
Uncategorized

Mandamentos JUDAICOS que os Noaítas NÃO devem observar

B”H

 

Mandamentos JUDAICOS* que os Noaítas (Bnei Nôach/Filhos de Noé) NÃO devem observar

* Estes Mandamentos, seis (06), são apenas os que são citados na obra “The Path of the Righteous Gentile”. Na verdade, há muitos outros Mandamentos JUDAICOS  – mas MUITOS MESMO – proibidos para os Bnei Nôach.

 

Apesar do fato de que os Noaítas (Bnei Noach/Filhos de Noach [Noé]) têm como obrigação apenas o cumprimento das Sete Leis Universais, é-lhes permitido observar qualquer um dos 613 Mandamentos da Torá(*) com o propósito de receber recompensa Divina.

(Qualquer um dos 613 Mandamentos da Torá daqueles que pertencem à classe dos Mishpatím (Rashí; Abarbanél; Rabi Nissim Gaon.)

As exceções são:

 

1. Observar o Shabát à maneira dos judeus(**) (descansando das [melachot] ações que foram necessárias para a construção do Tabernáculo durante o Êxodo do Egito).

( Na verdade, observar o Shabát de qualquer maneira.)

2. Observar os feriados judaicos à maneira dos judeus (descansando de forma parecida com a do Shabát).

3. Estudar aquelas partes da Torá que não se aplicam ao serviço noaítico a D’us.

4. Escrever um rolo de Torá (os Cinco Livros de Moisés) ou receber uma aliyá à Torá (i.e., ler publicamente na sinagoga uma porção do rolo de Torá).

5. Fazer, escrever ou colocar tefilín (os filactérios que são usados por um homem judeu durante a sua reza e que contém rolos com quatro parágrafos da Torá).

6. Escrever uma mezuzá (um pergaminho particular que contém dois parágrafos da Torá) ou instalá-la nos umbrais das portas ou colunas dos portões.

 

Nota – O propósito primário das Sete Leis Universais é ensinar os Filhos de Noach sobre a Unicidade de D’us e, portanto, é-lhes permitido o estudo daquelas partes da Torá que correspondam a esse conhecimento. Isso inclui os vinte e quatro livros das Escrituras Hebraicas; e, da mesma forma, é permitido o estudo de qualquer parte da Torá que acarreta um maior conhecimento no que diz respeito ao cumprimento dos Sete Mandamentos pelo Noaíta. Mas o estudo Talmúdico ou Haláchico das matérias que correspondem exclusivamente ao serviço judaico a D’us é proibido. O Noaíta que estuda porções da Torá que não lhe correspondem causa danos a sua alma.

 

— Extraído do livro “El Camino del Gentil Justo” (tradução em espanhol de “The Path of the Righteous Gentile” [“O Caminho do Gentio Justo”]), página 37, Capítulo 5, As Sete Leis dos Filhos de Noach, de Rabi Chaim Clorfene & Rabi Yakov Rogalsky;

— Jabad.com (texto transcrito também no site do Chabad).

© Noahidebr 2015-2019

 

Traduzido do espanhol por Noahidebr/Bnei Noach Brasil ©  2015-2019 Noahidebr

https://noahidebr.com/copyright/

 

(* Para entender corretamente a questão de “recompensa Divina” pelo cumprimento de outras das 613 mitsvót, veja

https://noahidebr.com/2018/05/06/nao-recebemos-nenhum-merito-por-observar-mandamentos-que-nao-nos-sao-pertinentes/

 

** Isto inclue se apropriar dos (copiar os) rituais judaicos de Shabát (Rabi Tzvi Freeman (Chabad), Rabi Naftali Silberberg (Chabad), Rabi Yitzchak Ginsburgh (Gal Einai Israel), Rabi Ariel Groisman (Beit Midrash Paso), Ieshivá Pirchéi Shonaním, e muitos outros), como por exemplo, fazer o Kidush.
Fazer o Kidush está proibido para os Bnei Nôach (Rabi Dr. Michael Schulman, Chabad).

 

Veja também o artigo

https://noahidebr.com/2018/04/02/o-modo-de-vida-dos-bnei-noach/

Padrão