Uncategorized

Entrevista com Mashiach

entrevistando mashiach - chabad.org.br

 

Nosso “fã clube” detectou e todos foram unânimes em afirmar: “Queremos Mashiach!”

Medimos pelas dezenas de e-mails recebidos que a maioria quer obter detalhes sobre ele, possuem muitas dúvidas e desejam saber: o que está prestes a acontecer?!

Devido à insistência e estando sempre antenados, a fim de atender nosso fiel público, conseguimos agendar!

http://www.chabad.org.br tem o prazer e satisfação de anunciar, a seu pedido, uma entrevista exclusiva.

Com vocês: Mashiach!

 

www: Estamos imensamente felizes por ter-nos concedido esta entrevista tão aclamada por todo o mundo. Agradecemos por ter atendido ao nosso convite, em nome de todos seus fãs.

Mashiach: Não é necessário me agradecer. Apesar de ter uma infinidade de compromissos em minha agenda, estava há muito aguardando este momento.

www: Mashiach, o senhor julga-se um ser humano normal, de carne e osso, mortal como nós, ou um super herói?

Mashiach: Nada de super. Supremo somente Hashem, nosso Criador. Sou um sujeito simples, de carne e osso como podem todos ver (vocês estão com a câmara digital? Nem precisa! Dispenso fotos e publicidade) e filho de pais humanos normais. Meu nome, Mashiach, em hebraico significa “O ungido”.

www: Qual é a sua origem e seu background?

Mashiach: Sou descendente do Rei David, da tribo de Yehudá, a quem D’us prometeu que dele virá o Mashiach. Sou comprometido integralmente com a Torá. Posso afirmar que conheço profundamente cada assunto e ensinarei com eficiência e clareza a todos quando chegar o momento. Acreditar em minha vinda faz parte dos Treze Princípios de Fé, de Maimônides.

www: Como todo líder, você deve ter vários projetos. Quais são as principais linhas de seu plano de trabalho?

Mashiach: Fui incumbido de liderar nosso povo para a Terra de Israel e trazer a paz universal a todos. Para atingir um mundo melhor, vou colocar em prática o projeto 3R, composto por três fases: Retorno, Reunião e Reconstrução, em hebraico respectivamente, Teshuvá, Kibuts Galuyot, e Bet Hamicdash. Na primeira, todo o povo de Israel retornará ao judaísmo; na segunda, todos serão reunidos na Terra de Israel e na terceira reconstruirei o Bet Hamicdash – o Terceiro Templo Sagrado em Jerusalém.

www: O que vem a ser a fase de Retorno? O que irá ocorrer com todos os judeus que estão afastados e que mal sabem que são judeus?

Mashiach: Realmente, o povo de Israel está numa situação difícil. A assimilação está engolindo muitos de nós. O que nos consola é que esta situação estava prevista na Torá, e seguindo esta profecia, consta a promessa de que Mashiach estará prestes a chegar. Cada um de nós tem um pontinho de luz dentro dele. Muitos pontinhos estão perdidos por aí. Porém, de um momento para o outro é capaz de acender-se e voltar a brilhar. O grande movimento de teshuvá nos dias de hoje confirma esta profecia. Pessoas que estavam tão longe de qualquer contato com o judaísmo estão retornando às suas origens. E isto indica apenas o começo.

www: E a ida para Israel? Existem judeus espalhados pelos quatro cantos do mundo – do Brasil ao Marrocos. Como é que o senhor vai fazer para transportar tanta gente?

Mashiach: No livro de Daniel está escrito que o povo irá a Israel transportado pelas nuvens do céu. Na linguagem moderna, isto significa que iremos da maneira mais natural possível: de avião!

www: O que acontecerá a quem não é judeu na era Messiânica?

Mashiach: Eu me revelarei para a humanidade, e não apenas para nosso povo. Minha chegada deve significar a resposta de “Por que estamos aqui?” Não apenas redimirei o povo judeu do exílio mas todo ser humano de uma existência sem significado para uma vida realmente significativa: este é o verdadeiro plano Divino para a era Messiânica.

www: E o Bet Hamicdash? Já existe uma planta?

Mashiach: A planta foi desenhada pelo melhor arquiteto: D’us. É só abrir a Torá que você poderá encontrar todas as medidas e detalhes do Templo Sagrado. Seu esplendor ultrapassa toda e qualquer outra obra já realizada pelo homem.

www: Desculpe a chutspá, ousadia, mas muitos questionam: Messias não é apenas um eufemismo para uma paz utópica na Terra?

Mashiach: Não é apenas uma idéia esperançosa ou uma fantasia, mas uma promessa Divina sempre repetida, de que uma pessoa e eventos específicos mudarão o mundo para sempre.

www: Nosso mundo mudará drasticamente?

Mashiach: A princípio, o mundo seguirá seu curso natural, mais tarde elevando-se a um estado sobrenatural, incluindo a Ressurreição dos Mortos.

www: Qual a importância de Mashiach para o Judaísmo?

Mashiach: Toda. É um dos Treze Princípios Fundamentais do Judaísmo. “Acredito na vinda de Mashiach todo dia, e mesmo que ele tarde, esperarei por ele.” As pessoas tentam mudar a si ou sua vida. Qual a razão? Porque elas querem um mundo melhor, você não? Se soubéssemos que não existe nada que fossemos capazes de fazer para acabar com a maldade neste mundo, certamente não conseguiríamos acordar pela manhã. Mas há algo que nos impulsiona e faz vibrar. Esta vontade e força é a fé em Mashiach; a crença de que o mundo será melhor algum dia.

www: De que forma você irá convencer a humanidade de que o mundo mudou com sua chegada?

Mashiach: Cresci e sou uma pessoa completamente íntegra e um exemplo vivo da Torá. Uma de minhas missões é inspirar cada um a retornar a D’us. Usarei todo meu carisma e poder de liderança. Liderarei através de meu exemplo. Possuo uma alma coletiva, geral, que me permite interagir com todos em todos os níveis, com ajuda de D’us. E não será preciso convencer ninguém de nada: todos verão com seus próprios olhos.

www: O “Messias” não é uma idéia também cristã?

Mashiach: Mashiach origina-se na Torá judaica e nos Profetas. O conceito foi mais tarde emprestado e alterado por outros.

www: Qual a meta que você deseja atingir?

Mashiach: Quando alguém descobre a verdade, não quer saber de outra coisa senão aprofundar-se nela. Quando o projeto 3R estiver cumprido, as pessoas perceberão e verão que D’us é a verdade, e como é bom seguir seus caminhos. Todos se ocuparão no estudo da Torá e na aproximação com D’us. Quando me revelar, o mundo atingirá um estado de perfeição. Não haverá mais guerra, perseguições, racismo e o mundo inteiro viverá em paz e harmonia com saúde e prosperidade. Como consequência disto haverá fartura no mundo. Siga minha lógica: se há fartura, não existe inveja; se não existe inveja, não há discordância; sem discordância, não existe guerra nem competição. Enfim, haverá paz e bondade. Desta forma, as pessoas e o mundo vão elevar-se cada vez mais. As pessoas continuarão a ter livre arbítrio, mas elas irão escolher entre o Bom e o Melhor, ao invés do Bem e do Mal.

www: Vamos lhe perguntar o que todos querem saber: porque é que você não vem logo? Mashiach, até quando?!

Mashiach: Eu também não vejo a hora de chegar. Mas isto já não depende de mim; depende somente das ações de cada um de vocês e da avaliação do Juiz do mundo, D’us. Um pequeno ou mesmo único ato é capaz de mover o mundo. Quando Ele decidir que é chegada a hora, eu estarei aqui definitivamente entre vocês. Fiquem felizes por fazerem parte desta geração! Minha vinda está prevista, no máximo, entre o final do sexto e o início do sétimo milênio. Aliás este é o prazo máximo! Vocês estão vivendo no final do sexto milênio e, com suas ações positivas, as chances de poder me revelar já, são enormes!

www: Você poderia nos fornecer seu nome, endereço, RG? Ou pelo menos cidade ou país de origem? Ao menos uma dica?

Mashiach: Não importa quem eu seja. O mais importante é vocês me ajudarem a apressar os poucos momentos que nos separam entre esta entrevista e a minha chegada ao vivo, off-line. Até lá, agradeço e conto com o apoio e ação de todos. Agradeço a oportunidade de me expressar através deste site que divulga o judaísmo a todos que tem sede. Espero poder dar a próxima entrevista no Terceiro Templo Sagrado, que seja em breve, se D’us quiser!

 

© chabad.org.br

Anúncios
Padrão