Uncategorized

(Dois Artigos) O Rebe, os judeus e os noaítas | Mais de 5.000 visualizações

(Dois Artigos) O Rebe, os judeus e os noaítas | Mais de 5.000 visualizações

Este link contém Dois Artigos.

 

(1° Artigo)

MAIS DE 5.000 VISUALIZAÇÕES

 

Em 1° de setembro de 2015, foi lançado o Site Noahidebr, com a sua primeira publicação, o Sêfer Tehilim, Livro dos Salmos.
Em 17 de julho de 2016, antes ainda de completar um ano de existência, o Site Noahidebr alcança mais de 5.000 visualizações. Estas visualizações ocorrem principalmente no Brasil, naturalmente, mas também são oriundas de países tais como Estados Unidos, Portugal, Israel, Alemanha, Japão, entre outros.
Assim, nós, os criadores/publicadores do Site Noahidebr, reverenciamos e louvamos Hashem por nos permitir a realização deste trabalho, usando-nos como instrumentos para tal, Baruch Hashem.

Também aproveitamos para expressar os nossos agradecimentos a:

– o Povo de D’us (o Povo Judeu), a começar pelo – em especial ao – Rebe (Rav Menachem Mendel Schneerson) que, pensando em todos nós não-judeus, sim, preocupado com todos nós, a humanidade, lançou a Campanha de Conscientização Judaica do Caminho Espiritual Original Da Humanidade: O Caminho Noaítico (relativo ou pertencente aos Noaítas (Bnei Noach/Filhos de Noé) ou ao Noaísmo), levando então os judeus a se conscientizarem do seu propósito no mundo, o de professores/educadores da Espiritualidade para toda a humanidade – ensinar para todos os povos as suas próprias Mitsvot (Leis) dadas igualmente por O PRÓPRIO HASHEM (D’US). A partir daí, inúmeras autoridades judaicas têm aprendido sobre e ensinado tanto a seus correligionários quanto aos não-judeus a Fé Primordial da Humanidade: As Sete Categorias de Leis dos Filhos de Noé (Shéva Mitsvót Bnei Noach).
Observação: é verdade que antes do Rebe alguns judeus ensinaram As Sete Categorias de Leis dos Filhos de Noach para alguém, mas esses foram casos excepcionais e isolados.
(Veja o 2° artigo mais abaixo
O REBE, OS JUDEUS E OS NOAÍTAS )

– todos os nossos leitores/acompanhantes.

O objetivo do Site Noahidebr:

Existem muitíssimas informações (de fontes totalmente confiáveis) destinadas aos Bnei Noach nas línguas inglesa e espanhola, porém, pouquíssimas na língua portuguesa. Portanto, foi com este objetivo que este Site foi criado, trazer essas informações para o público de língua portuguesa.
Que Hashem nos abençoe para que possamos estar sempre cada vez mais trazendo muito mais materiais noaíticos (como já dito, de fontes totalmente confiáveis) para a língua portuguesa.

Dedicatória:

Dedicamos a existência do Site Noahidebr a uma pessoa a quem temos profundos carinho, respeito, admiração e gratidão, o Senhor Rav Yacov Gerenstadt.
O Senhor Rav Yacov Gerenstadt há cerca de quatro anos se dedica ao trabalho de divulgação do Caminho Espiritual Noaítico ao povo brasileiro (a todas as pessoas, sem nenhuma exceção, sem discriminação).
Aqui, foto do Primeiro Encontro Bnei Noach Brasil da Cidade de S. Paulo realizado pelo Senhor Rav Yacov Gerenstadt em 19 de agosto de 2012. (Nós, do Site Noahidebr estávamos presente.)

1o. Encontro Bnei Noach Brasil Rav Yacov

© Noahidebr 2015-2018

__________________________________

 

(2° Artigo)

O REBE, OS JUDEUS E OS NOAÍTAS (Bnei Noach)

 

Por Rav Moshe Feller

 

Liderando o movimento Lubavitch, o Rebe criou a maior e mais dinâmica rede educacional judaica mundial do judaísmo. Existem cerca de 4.000 filiais Lubavitch em todo o mundo.

Eu quero focar aqui em um aspecto particular da liderança do Rebe. Enquanto o século 20 assistiu a uma série de gigantes espirituais que trabalharam para melhorar a espiritualidade do povo judeu, o Rebe foi incomparável porque ele também trabalhou diretamente para aumentar a espiritualidade dos não-judeus.

Pode estar certo de que os judeus não fazem proselitismo. O Rebe não estava lá para convencer os não-judeus a se tornarem judeus. Os esforços do Rebe se concentraram nos não-judeus serem espirituais através do cumprimento das Sete Categorias de Leis Noaíticas (que O Todopoderoso ordenou).

Depois do Dilúvio, D’us fez um pacto com Noach e sua família constituído de Sete Categorias de Leis que toda a humanidade deve observar:

1) devotar somente a D’us;
2) não blasfemar contra D’us;
3) não assassinar;
4) não cometer crimes sexuais;
5) não roubar;
6) não ser cruel com os animais (especificamente não consumir o membro de um animal antes de tomar a sua vida);
7) buscar a justiça como uma sociedade (o oposto de anarquia).

D’us comunicou a Moshe Rabênu que ELE tinha feito este pacto com Noach e encarregou Moshe de informar o povo judeu que eles têm a obrigação de influenciar a humanidade para observar essas leis (ver Rambam, Mishnê Torá, As Leis dos Reis, capítulo 8, leis 10 e 11).
( Veja em
https://noahidebr.com/2016/08/01/maimonides-e-os-noaitas-bnei-noach/ )

Por todo o nosso longo exílio, este ensinamento da nossa responsabilidade de divulgar essas leis a toda a humanidade foi, por uma variedade de razões, negligenciado.

Os grandes líderes da Torá não impeliram seus seguidores a se concentrarem na obrigação de disseminar as sete categorias de leis noaicas à humanidade. Mas não é assim com o Rebe. Ele dinamicamente encarregou os judeus de levar a cabo a sua obrigação da Torá e disseminar estas sete categorias de leis noaicas a não-judeus.

A Torá cobra dos judeus que eles mesmos sejam conscientes de D’us e que influenciem os não-judeus a serem conscientes de D’us. A consciência de D’us é a base destas sete categorias de leis, ao mesmo tempo que é a base de toda a Torá.

Nós podemos divulgar a nossa consciência de D’us de um modo muito simples. Quando alguém lhe perguntar como você está, responda acrescentando “Graças a D’us”. Ao marcar um encontro, diga “se D’us quiser, lhe verei amanhã.”

Deixe seus amigos não-judeus observarem a sua consciência de D’us. Seja um exemplo e um modelo de consciência de D’us.

Por isso, quando eu entro em um táxi, pergunto ao motorista: “Você já agradeceu a D’us hoje?”, e isso invariavelmente inicia uma conversa de consciência de D’us.

Uma vez eu peguei um táxi no aeroporto de La Guardia. Perguntei ao taxista haitiano negro: “Você já agradeceu a D’us hoje?” Eu quase caí para fora do táxi quando ele virou a cabeça para mim e, sorrindo, respondeu em hebraico: “Barechú Hashém iom iom” (“Graças a Hashem (D’us) dia a dia”).

Alegremente eu perguntei: “Onde você aprendeu essa frase?”

Ele me disse que antes de começar a trabalhar como taxista, ele tinha trabalhado seis anos para um vendedor chassídico no Lower East Side de Manhattan. Todas as manhãs ele estava ao lado do vendedor quando o vendedor abria a porta. Quando o vendedor via que tudo estava bem, ele dizia essas palavras: “Barechú Hashém iom iom.”

“Depois de um tempo”, continuou o taxista, “eu perguntei: ‘O que significam essas palavras?’ E ele me disse que significam ‘Graças a D’us dia a dia’ – e eu tenho agradecido a D’us dia a dia desde então. Quando você me perguntou se eu agradeci a D’us hoje, imaginei que você iria gostar de ouvir a minha resposta em hebraico.”

Por agradecer a D’us explicitamente na presença de seu empregado não-judeu, o vendedor influenciou um humano não-judeu a agradecer a D’us dia a dia – precisamente o objetivo da campanha de consciência de D’us do Rebe para toda a humanidade.

Eu abri o Senado dos Estados Unidos em Washington com as sete leis noaicas. Recitei essas leis a um grande grupo de pessoas do clero no Ground Zero após o 11 de setembro. Mas nunca obtive uma resposta como a que obtive daquele taxista haitiano.

Disseminar as “Shéva Mitsvót Bnei Noach” – as Sete Leis dos Descendentes de Noé – para toda a humanidade é a nossa obrigação, que foi reinstaurada e reiterada só agora na nossa geração pelo Rebe.

 

Veja também

https://noahidebr.com/palavras-do-rebe-a-toda-a-humanidade-a-todos-os-nao-judeus-do-mundo/

https://noahidebr.com/2015/09/25/e-permitido-a-um-nao-judeu-estudar-a-tora/

 

© jewishpress.com

 

Traduzido do inglês por Noahidebr.

© Noahidebr 2015-2018

https://noahidebr.com/copyright/

Anúncios
Padrão