Uncategorized

Qual é a diferença entre bênção e reza?

B”H

 

Perguntas E Respostas

 

Por Noahidebr

 

Nas palavras transliteradas, “CH” deve ser pronunciado como “rr” e “SH” como “ch”.

 

Qual é a diferença entre berachá (bênção) e tefilá (oração)?

 

R: Na Berachá não se pede nada a D’us.
A Berachá é uma constante reafirmação de que D’us é a origem de tudo. Ela é uma declaração de agradecimento por tudo que D’us nos proporciona.
Quando falamos de D’us como “bendito” (“barúch”), queremos dizer que D’us é a fonte de todas as bênçãos.

A Tefilá (literalmente, “conexão”) é a comunicação com D’us, é o nosso diálogo íntimo com O INFINITO, que pode ser dividida em três categorias: louvação a D’us, petições — pessoais e/ou coletivas — a D’us, e enunciação de nossos pensamentos e sentimentos a D’us.

 

© Noahidebr 2015-2019
https://noahidebr.com/copyright/

Anúncios
Padrão
Uncategorized

Grandiosidade de D’us ou Infinitude de D’us?

B”H

 

Grandiosidade de D’us ou Infinitude de D’us?

 

Por Tzvi Freeman (do Chabad)

 

“D’us não é apenas grande — ELE é infinito. Se ELE fosse só grande, então as coisas que são pequenas estariam mais longe DELE, e as coisas que são grandes estariam mais perto. Porém, para O INFINITO, grande e pequeno são termos irrelevantes. ELE está em toda parte e pode ser encontrado onde quer que deseje ser encontrado.”

 

Dos ensinamentos do Rebe, Rabi Menachem Mendel Schneerson, interpretados e compilados pelo Rabi Tzvi Freeman.

 

© Noahidebr 2015-2019

https://noahidebr.com/copyright/

Padrão
Uncategorized

Qual é a maior diferença entre o conceito judaico de D’us e o conceito cristão de Deus?

B”H

 

Qual é a maior diferença entre o conceito judaico de D’us e o conceito cristão de Deus?

 

Existem inúmeras diferenças fundamentais entre o judaísmo/noaísmo e o cristianismo.

O site Noahidebr entende que a maior e mais importante diferença entre o conceito judaico de D’us e o conceito cristão de Deus é que, segundo o cristianismo, de acordo com o seu próprio fundador, Jesus, e com o próprio Evangelho, “Deus é espírito”. Ensina o chamado “novo testamento” que Jesus, depois de morto, “entrou no próprio céu para aparecer perante a pessoa de Deus.”

“Deus é uma Pessoa espiritual, o que significa que [ele] tem um corpo espiritual. Deus como indivíduo, como Pessoa com um corpo espiritual, tem um lugar de residência, e assim não pode estar em qualquer outro lugar ao mesmo tempo.

Deus é uma pessoa, um indivíduo, tanto quanto Jesus. E os cristãos, quando finalmente viverem no céu, verão Deus e também serão semelhantes a ele, mostrando que Deus é realmente uma pessoa e tem um corpo, bem como determinado lugar para estar” e viver, um lugar literal chamado “céu”.

Em contraste, o Rabi David Aaron explica que “‘Deus” é uma palavra de origem latina não encontrada na Bíblia original [a Torá], em hebraico. O nome na Bíblia que infelizmente foi traduzido como “Deus” é o tetragrama impronunciável escrito em português como Y/H/V/H — derivado das palavras em hebraico que significam “foi”, “é” e “será”.” Chamamos a abreviação Y/H/V/H de Hashém, termo hebraico que literalmente significa “o Nome”. Mas também é comum no judaísmo e no noaísmo a utilização da expressão hebraica En Sof — literalmente “O SEM FIM”, i.e., “O UM TODO-INFINITO” ou “O ILIMITADO” — para denotar D’us. O Rabi David Aaron segue explicando que “o tetragrama Y/H/V/H sugere A PRESENÇA INFINITA, A REALIDADE SUPREMA, A Origem de toda a existência.

Ainda assim, a maioria das pessoas pensa que D’us é um ser — como você e eu, mas todopoderoso — e que, como nós, existe nesse mundo. Mas a Torá ensina que D’us não é um ser que existe na realidade. Hashém não existe na realidade — Hashém é A Realidade. Nós não somos a realidade. Nós existimos na realidade,  nós existimos em Hashém, dentro da realidade que é Hashém. Para encontrar D’us, você tem de se perguntar “Onde estou?” e não “Onde está D’us?”. D’us [O D’us da Torá, O D’us de Israel] não está em nenhum lugar específico. D’us é o lugar e é todos os lugares. Nós vivemos em D’us. D’us é o lugar em que existimos, a realidade dentro da qual existimos. [Por isso,] Hashém (“D’us”) não é masculino nem feminino, não é uma pessoa e não se parece com uma pessoa. Hashém não é equivalente a nenhum ser humano. Hashém (“D’us”) é A REALIDADE SUPREMA e INFINITA — Aquilo que abarca todo tempo, todo espaço e todo ser.”

Portanto, segundo o judaísmo e o noaísmo, como explica o Rabi Aryeh Kaplan: “D’us está tão elevado acima de nós (humanos) que é completamente impossível compreendê-LO de qualquer maneira. A essência de D’us não pode ser apreendida nem pelo pensamento.”

Porém, isto não é tudo. Mais do que “D’us ser incompreensível (a nós, humanos), nem sequer os anjos mais elevados e nem sequer os seres espirituais mais elevados podem compreender a verdadeira essência de D’us. Portanto, D’us PRÓPRIO é [inimaginável,] incognoscível, indescritível e inonimado.”

“Até mesmo o tetragrama que é chamado de “nome próprio” de D’us é apenas uma alusão, porque estamos nos referindo à REALIDADE ABSOLUTA, ORIGINAL e INFINITA que simplesmente foi, é e sempre será. Algo tão vasto e abstrato não cabe em qualquer imagem ou conceito.

Não compreendemos — na verdade, não podemos entender — Hashém, mas podemos ter — e já temos — uma relação com Hashém.” Diz-nos o Rabi David Aaron.

 

Em vista disto tudo, não é à toa que mesmo as pessoas que pensam em D’us como alguém, como um indivíduo, questionam: “Mas como é possível ele ser todopoderoso e saber todas as coisas e ainda não ter tido um começo (se ele é só uma pessoa)?”

Mas quando elas finalmente aprendem que D’us, Hashém, é EN SOF, O INFINITO — O TODOINFINITO —, então estes questionamentos se dissipam.

 

Veja também

https://noahidebr.com/2017/11/19/a-nao-espiritualidade-de-dus/

https://noahidebr.com/2017/07/01/dus-e-os-anjos/

https://noahidebr.com/2019/03/19/grandiosidade-de-dus-ou-infinitude-de-dus/

 

Por Noahidebr

© Noahidebr 2015-2019

https://noahidebr.com/copyright/

Padrão
Uncategorized

Planejamento 2019 (Calendário Judaico)

A Editora e Livraria Sêfer disponibiliza gratuitamente aos nossos amigos e leitores a versão eletrônica do Planejamento Judaico 2019.
Baixe agora mesmo a agenda que apresenta os feriados civis e judaicos deste ano e acompanhe as datas mais importantes do Caledário Judaico.

 

Preencha seus dados no link abaixo ⇓ para receber o material em seu e-mail:

 

https://materiais.sefer.com.br/planejamento-calendario-judaico-2019?utm_campaign=planejamento_judaico_2019__envio_do_calendario&utm_medium=email&utm_source=RD+Station

Padrão
Uncategorized

Novas páginas do site

B”H

 

O MENU do Site Noahidebr.com está recheado de novidades.

 

Clique em MENU e veja todas as páginas do Site Noahidebr.com

 

Ao clicar em MENU, aparecem as páginas do Site Noahidebr.com

 

Ainda que os títulos possam dar a impressão de serem simples, garantimos que o conteúdo total é absolutamente enriquecedor, trazendo muitas informações CORRETAS E CONFIÁVEIS , esclarecendo muitas dúvidas, e desfazendo muitos equívocos e falsidades, graças a D’us. 

Padrão
Uncategorized

As mensagens dos biscoitos da sorte chineses

B”H

 

Perguntas E Respostas

 

De acordo com as 30 mitsvót Bnei Noach, é “proibido astrologia” e é “proibido adivinhação”. Sendo assim, ler as mensagens dos biscoitos da sorte chineses transgride uma proibição bíblica?

 

Por Rabi Moshe Miller (Chabad)

 

Realmente há uma proibição contra voltar-se para adivinhos e videntes: “Deves seguir D’us com fé perfeita [e não] ouvirás os astrólogos e adivinhos” (Deuteronômio 18:13-14).

No entanto, eu duvido que alguma pessoa leva a sério os biscoitos da sorte. As pessoas só lêem-nas para entreter-se. Se é este o caso, então você não tem nada com que se preocupar. Mas se você os leva a sério, então você não deve lê-las.

 

© Rabi Moshe Miller (Chabad)
© Noahidebr 2015-2019

Traduzido do inglês por Noahidebr/Bnei Noach Brasil © Noahidebr 2015-2019

https://noahidebr.com/copyright/

Padrão